Colônia brasileira de cupins ocupa área equivalente à da Grã-Bretanha

Área ocupada por insetos entre Bahia e Minas Gerais se estende por mais de 230 mil quilômetros quadrados

Quem é da roça sabe que a cena é um tanto comum a qualquer pasto que se preze: em meio ao tapete verdinho de grama, despontam da paisagem enormes morros maciços de terra, da cor de telha. São os chamados murundus, formação do terreno que pode passar fácil dos três metros de altura e é muito comum em diversas regiões do Brasil.

Você pode já ter ouvido falar deles como sinônimo para cupinzeiros, ou a casa de cupins – como se fosse a colmeia para as abelhas. Não é isso: ao invés de ninhos, tais montinhos são nada além da terra que os insetos movimentam enquanto escavam túneis subterrâneos, buscando folhas para alimentar a colônia. Ao invés de casas, então, murundus são resíduos de escavação de um enorme canteiro de obras debaixo da terra, que dão as caras na superfície.

Apesar de estarem sempre na vista, sua origem é, até hoje, alvo de discussões entre pesquisadores. Para alguns, tais deformações no relevo são fruto da ação física da água. Certos pedaços do solo, por terem concentração de metais mais elevada, seriam mais resistentes, sobrevivendo de pé à ação lenta da água moldando o relevo.

FONTE: super.abril

= = = = = = = = 
INSETCID DEDETIZADORA
= = = = = = = =
Menor Preço no Rio de Janeiro
Ligue: (21) 2186-7222 ou WhatsApp: (21) 98607-7693
Atendemos Comércio, Empresas, Condomínios e Residências, inclusive Fins de Semana e Feriados
Orçamento Grátis

Postar um comentário

[facebook]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.