Artigos por "brocas"

Mostrando postagens com marcador brocas. Mostrar todas as postagens

Cupins são uma ameaça à construção civil. Os danos em decorrência de uma infestação podem causar prejuízos antes mesmo de a edificação ficar pronta.

Estimativa da Associação Nacional de Controle de Pragas dos Estados Unidos aponta que US$ 5 bilhões sejam perdidos, anualmente, em função de avarias nas propriedades daquele país. O Brasil não registra dados oficiais, mas é provável que enfrente uma realidade semelhante. Afinal, a própria estrutura dos imóveis favorece a instalação de insetos.

Cupins de solo: uma ameaça exótica
O cupim de solo da espécie Coptotermes gestroi é originário da Ásia. Provavelmente, chegou por aqui em navios, atracando nos portos do Rio de Janeiro e de Santos entre as décadas de 1920 e 1930. Como encontrou condições favoráveis, e não havia predadores naturais, espalhou-se pelas zonas urbanas do país.

Os ninhos se desenvolvem no subterrâneo. O animal precisa de um local protegido e úmido para aumentar a colônia. É por isso que canteiros de obras se tornam ambientes tão propícios para essas criaturas.

Os cupins aproveitam qualquer brecha para ir em busca do alimento. Chegam a corroer paredes e até fiações elétricas para atingir seu objetivo. Por isso, podem ser encontrados no forro das casas e nos chamados caixões perdidos – peças de madeira instaladas em lajes de concreto.

Dependendo da gravidade da infestação, um prédio inteiro pode ficar comprometido. Por isso, em vez de arcar com os custos do conserto, é preciso adotar medidas preventivas. Conheça-as a seguir.

Saiba como evitar cupins na construção
O controle de pragas deve ser incluído já no planejamento da obra. Uma investigação técnica permite identificar possíveis focos de cupins no terreno, tomando-se as medidas necessárias para resolver o problema. O acompanhamento periódico de uma equipe especializada em descupinização garante ainda mais segurança, uma vez que se detectam precocemente quaisquer atividades suspeitas.

A planta da construção é outro ponto chave. No projeto, cabe observar espaços perdidos e pensar em técnicas construtivas que dificultem o acesso dos minúsculos invasores.

Nesse ponto, a escolha dos materiais também se mostra importante. Madeiras tratadas passam por procedimentos que evitam a proliferação dos insetos. Além delas, mesmo os caminhões utilizados para o transporte de cargas devem ser inspecionados, pois a carroceria pode esconder visitantes indesejados.

Por fim, recomenda-se tomar cuidado especial com o descarte de resíduos. Cupins podem se esconder em qualquer resto de madeira ou alimentar-se de outros itens celulósicos, como papelão. Normas para a remoção de entulhos precisam ser cumpridas à risca.

Entendeu como o controle de cupins e brocas é necessário para a construção civil? Então entre em contato.

FONTE: G1

= = = = = = = = 
INSETCID DEDETIZADORA
= = = = = = = =
Menor Preço no Rio de Janeiro
Ligue: (21) 2186-7222 ou WhatsApp: (21) 98607-7693
Atendemos Comércio, Empresas, Condomínios e Residências, inclusive Fins de Semana e Feriados
Orçamento Grátis

Ah, o verão: época de pegar estrada, abrir a casa da praia e… fazer faxina. Antes de curtir o mar, é preciso arejar os cômodos e tirar o pó dos móveis, certo? Ocorre que, durante os meses em que a residência ficou fechada, o estrago pode ter ido além da sujeira. A alta incidência de cupins no litoral costuma causar prejuízos.

Como atuam os cupins no litoral

A atividade dos insetos diminui no inverno. Ainda assim, eles ficam alojados nos esconderijos mais inusitados: batentes de porta, rodapés, forros de telhado, estrados de camas e móveis diversos. Tão logo o clima volta a esquentar, a colônia segue devorando a madeira.

É a partir da primavera que acontece o acasalamento dos cupins. Os reprodutores, conhecidos como siriris e aleluias, saem em revoada à procura de parceiros para a cópula. Quando um casal se forma, o par vai atrás de um local diferente para instalar o ninho.

O novo endereço dos cupins de madeira seca pode ser, justamente, sua casa de praia. Mesmo que ela tenha ficado trancada esse tempo todo, basta uma fresta na janela para que os bichinhos alados invadam o ambiente.

Outro agravante é a umidade. Lugares fechados, escuros e sem ventilação favorecem a proliferação de mofo – que resulta naquele odor característico presente em muitas residências litorâneas.

Porém, áreas úmidas também concentram os cupins de solo, uma espécie ainda mais destrutiva. Eles chegam a arrebentar o concreto das paredes para encontrar comida. Como os grupos se reproduzem rapidamente, o grau de infestação pode comprometer estruturas inteiras. Imagine os danos materiais!

Controle de pragas evita prejuízos com cupins

Estamos na época certa para o controle de cupins no litoral. Recorrendo ao procedimento agora, você poderá aproveitar as férias sem se preocupar com os seres indesejados.

O serviço profissional de descupinização tem ação curativa. A equipe inspeciona a residência inteira à procura dos esconderijos dos animais. Em seguida, aplica substâncias de uso restrito, capazes de conter o avanço da praga (repelentes de supermercado são ineficazes).

Vale lembrar que os trabalhadores utilizam equipamentos de proteção individual e seguem manuais de boas práticas. Assim, não há risco à saúde dos veranistas.

Ainda, o controle de cupins e brocas serve como mecanismo de prevenção. Os produtos utilizados criam uma barreira protetora, mantendo os insetos afastados de sua casa de praia por até um ano. Ainda bem, pois eles são mais úteis na natureza.

FONTE: Insetcid

= = = = = = = = 
INSETCID DEDETIZADORA
= = = = = = = =
Menor Preço no Rio de Janeiro
Ligue: (21) 2186-7222 ou WhatsApp: (21) 98607-7693
Atendemos Comércio, Empresas, Condomínios e Residências, inclusive Fins de Semana e Feriados
Orçamento Grátis

Área ocupada por insetos entre Bahia e Minas Gerais se estende por mais de 230 mil quilômetros quadrados

Quem é da roça sabe que a cena é um tanto comum a qualquer pasto que se preze: em meio ao tapete verdinho de grama, despontam da paisagem enormes morros maciços de terra, da cor de telha. São os chamados murundus, formação do terreno que pode passar fácil dos três metros de altura e é muito comum em diversas regiões do Brasil.

Você pode já ter ouvido falar deles como sinônimo para cupinzeiros, ou a casa de cupins – como se fosse a colmeia para as abelhas. Não é isso: ao invés de ninhos, tais montinhos são nada além da terra que os insetos movimentam enquanto escavam túneis subterrâneos, buscando folhas para alimentar a colônia. Ao invés de casas, então, murundus são resíduos de escavação de um enorme canteiro de obras debaixo da terra, que dão as caras na superfície.

Apesar de estarem sempre na vista, sua origem é, até hoje, alvo de discussões entre pesquisadores. Para alguns, tais deformações no relevo são fruto da ação física da água. Certos pedaços do solo, por terem concentração de metais mais elevada, seriam mais resistentes, sobrevivendo de pé à ação lenta da água moldando o relevo.

FONTE: super.abril

= = = = = = = = 
INSETCID DEDETIZADORA
= = = = = = = =
Menor Preço no Rio de Janeiro
Ligue: (21) 2186-7222 ou WhatsApp: (21) 98607-7693
Atendemos Comércio, Empresas, Condomínios e Residências, inclusive Fins de Semana e Feriados
Orçamento Grátis

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.